Publicidade

Estado de Minas

EUA acusa Irã de silenciar homenagens a vítimas de protestos


postado em 27/12/2019 19:01

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, acusou nesta sexta-feira (27) o governo iraniano de recorrer à "violência" e à censura para impedir que sejam feitas homenagens aos mortos pela repressão das manifestações de meados de novembro no Irã.

"O povo iraniano tem direito a lamentar as 1.500 vítimas assassinadas por @khamenei_ir durante [#ProtestosnoIra]", escreveu Pompeo no Twitter, acusando diretamente ao aiatolá Ali Khamenei, guia supremo da República Islâmica do Irã.

"O regime teme seus próprios cidadãos e mais uma vez recorreu à violência e ao fechamento da internet", acrescentou Pompeo em seu tuíte.

Segundo a agência de imprensa Ilna, o acesso à Internet foi efetivamente cortado na quarta-feira em várias províncias iranianas antes das comemorações serem realizadas através das redes sociais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade