Publicidade

Estado de Minas

Argelinos se manifestam no último protesto semanal de 2019


postado em 27/12/2019 18:31

Dezenas de milhares de argelinos se manifestaram nesta sexta-feira na última concentração semanal de 2019 contra o governo, embora a participação tenha sido menor que a registrada nas últimas semanas.

A presença na capital foi menor que nos protestos das últimas semanas e parecia ser uma das mais fracas desde o nascimento, em 22 de fevereiro, do "Hirak", um movimento popular e inédito de protesto na Argélia.

Ainda assim, os manifestantes expressaram sua determinação: "O 'Hirak' continuará até a saída deste 'sistema'", garantiu Asma, estudante de 23 anos.

"Estamos aqui, continuamos na luta", declarou Hocine, funcionário público de 50 anos.

Desde que conseguiram a renúncia de Abdelaziz Buteflika em abril, após 20 anos de presidência, o movimento exige o desmantelamento do "sistema" que governa a Argélia desde a independência, em 1962.

Alguns manifestantes sentiram que muitos não participaram do protesto devido às férias escolares.

Esta é a 45ª sexta-feira seguida de manifestação e a segunda desde a posse, em 19 de dezembro, do novo presidente Abdelmadjid Tebboune.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade