Publicidade

Estado de Minas

Queda de avião no Cazaquistão deixa 14 mortos


postado em 27/12/2019 02:55

Um avião com 100 pessoas a bordo caiu logo após decolar de Almaty, no Cazaquistão, deixando 14 mortos, informou a prefeitura da cidade.

O acidente "matou 14 pessoas no ato" e deixou 17 feridos, incluindo oito crianças.

Entre os feridos há "internados em estado extremamente grave" e as oito crianças sofreram "múltiplos traumas", segundo a prefeitura.

O ministério dos Transportes desta ex-república soviética da Ásia Central revelou que o Fokker-10, da companhia Bek Air, perdeu "altitude após decolar, bateu em um muro de concreto e colidiu contra uma casa de dois andares".

O voo seguia de Almaty para Nursultan (antiga Astana) com 95 passageiros e 5 membros da tripulação.

Imagens publicadas pelo comitê de Situações de Emergência mostraram o avião dividido em dois pedaços, com a parte da frente em uma casa de dois andares parcialmente destruída.

A queda ocorreu em uma área muito povoada de Almaty, e ao que parece os destroços do aparelho não se incendiaram.

Centenas de socorristas, apoiados por caminhões de bombeiros e ambulâncias, chegaram em pouco tempo ao local, onde havia muita neve.

Em mensagem de condolências publicada no Twitter, o presidente Kassym-Jomart Tokayev declarou que "os responsáveis serão castigados severamente, de acordo com a lei".

A Bek Air se descreve em seu site como a primeira companhia aérea de baixo custo do Cazaquistão, com uma frota de sete Fokker-10, um avião de médio alcance de fabricação holandesa.

O governo cazaque determinou que as aeronaves da companhia permaneçam em terra durante a investigação do acidente.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade