Publicidade

Estado de Minas

Astronautas da Estação Espacial ajudam a seguir ao vivo viagem do Papai Noel


postado em 24/12/2019 15:25

Há décadas, o Exército americano ajuda a acompanhar ao vivo as viagens do Papai Noel.

Este ano, porém, pela primeira vez, o bom velhinho contará com a ajuda dos astronautas da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) para que a distribuição de presentes aconteça sem problemas.

"Conseguimos a confirmação visual de que Papai Noel está viajando atualmente sobre a Índia!", anunciou, às 17h GMT (14h em Brasília), o astronauta americano Andrew Morgan em um vídeo filmado em gravidade zero na ISS.

Localizada a cerca de 400 quilômetros da Terra, a estação dá aos astronautas "um ponto de observação ideal, com o objetivo de seguir Papai Noel em sua viagem ao redor do mundo", disse a agência de Segurança Aérea dos Estados Unidos e do Canadá (Norad), agradecendo ao coronel Morgan e a sua equipe por esta colaboração inédita.

As informações coletadas em conjunto permitem visualizar, ao vivo e em 3D, o trajeto de Papai Noel no site www.noradsanta.org, consultado por mais de 20 milhões de pessoas a cada Natal.

Sobre um trenó puxado por nove renas e com um saco repleto de presentes, Papai Noel estava sobrevoando a Rússia às 16h30 GMT (13h30 em Brasília), depois de ter distribuído mais de 1,5 bilhão de presentes na Austrália, Tailândia e China.

"Papai Noel acaba de decolar do Polo Norte!", havia anunciou a Norad, às 9h30 GMT (6h30 em Brasília).

Em um comunicado, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos declarou que autorizou a entrada em território nacional das renas da Papai Noel, depois de ter verificado que tinham suas vacinas em dia.

Esta tradição americana começou em 1955, depois de um erro de um jornal local do estado do Colorado, que publicou um anúncio da cadeia de lojas Sears convidando os clientes a se comunicarem por telefone com Papai Noel. O número dado foi o telefone vermelho da Norad.

Passado o desconcerto inicial, Harry Shoup, oficial de plantão que atendeu ao primeiro telefonema de um garoto perguntando sobre o Papai Noel, ordenou a seus homens que informassem sobre a localização do velhinho barbudo.

Hoje, vários voluntários ajudam os militares a responder ligações e e-mails das crianças.

O presidente e a primeira-dama se somam, tradicionalmente, a estes esforços, atendendo a algumas destas comunicações.

Donald Trump, que desejou "Feliz Natal" a seus compatriotas direto de sua casa em Mar a Lago, na Flórida, não disse se contribuirá para perpetuar essa tradição.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade