Publicidade

Estado de Minas

Pequim acusa Trump de querer transformar Espaço em 'campo de batalha'


postado em 23/12/2019 11:19

A China acusou os Estados Unidos, nesta segunda-feira (23), de quererem transformar o Espaço em um "campo de batalha", depois de o presidente americano, Donald Trump, promover a criação de uma "Força do Espaço", a sexta divisão das Forças Armadas americanas.

Trump criou o novo braço militar oficialmente, nesta sexta, com a ratificação do orçamento de 2020 do Pentágono.

"O espaço é a nova frente de guerra no mundo", declarou o dirigente republicano.

Ao ser questionado sobre esta nova unidade, o porta-voz da diplomacia chinesa, Geng Shuang, acusou Washington de "continuar com sua corrida militar no espaço" e de querer "transformá-lo em uma espécie de campo de batalha".

"A China expressa sua profunda preocupação e sua firme oposição", acrescentou.

Segundo Shuang, a iniciativa americana "fragiliza o consenso internacional sobre o uso pacífico do espaço". A comunidade internacional deve negociar de forma urgente "um instrumento jurídico que limite e controle os armamentos no espaço".

A hegemonia militar dos Estados Unidos no espaço se vê ameaçada por China e Rússia, que desenvolveram sua capacidade tecnológica, o que lhes permite interferir nas comunicações e no funcionamento de satélites GPS, ou disparar mísseis contra satélites, como já testou a China, com sucesso, em 2007, segundo o Pentágono.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade