Publicidade

Estado de Minas

Vinho de coco adulterado mata oito filipinos


postado em 23/12/2019 06:55

Oito pessoas morreram e centenas foram hospitalizadas nas Filipinas depois que beberam vinho de coco que continha altos níveis de metanol, informaram as autoridades nesta segunda-feira.

As vítimas consumiram o vinho, conhecido localmente como "lambanog", fim de semana em Rizal, ao sudeste de Manila, e reclamaram de dores no estômago.

Nove pessoas estão em condição crítica, informou Jose Jonas Del Rosario, porta-voz do Hospital Geral da capital.

Quase 300 pessoas foram internadas. Todas beberam o mesmo tipo de vinho, de acordo com a polícia.

O governo local proibiu a venda da bebida, produzida de forma artesanal e muito consumida durante as festas de Natal.

Del Rosario afirmou que um dos produtos que permite a fermentação do vinho de coco é o metanol, que em altas doses pode provocar cegueira e até a morte.

No ano passado, mais de 10 pessoas morreram no país depois de beber vinho de coco adulterado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade