Publicidade

Estado de Minas

Procuradoria acusa policial que atropelou manifestante no Chile


postado em 21/12/2019 20:19

A Procuradoria chilena apresentou, neste sábado (21), acusações contra um policial por atropelar um manifestante durante os violentos protestos registrados em Santiago um dia antes, em meio à crise que abala o Chile.

O cabo dos Carabineiros Mauricio Carrillo foi detido e levado para um tribunal de Santiago, onde a Procuradoria apresentou acusações contra ele. O cabo foi identificado como o condutor do veículo policial que atropelou um manifestante e o esmagou contra outro carro, conforme imagens divulgadas pela imprensa local.

O juiz responsável pelo caso determinou a liberdade do réu, que terá de comparecer mensalmente a uma delegacia, e determinou um prazo de 150 dias para a investigação dos fatos.

O magistrado considerou que não era possível inferir "intencionalidade" à atuação do polícia com base nas imagens do atropelamento da vítima identificada como Óscar Pérez, de 20 anos.

O jovem foi levado para uma clínica. Segundo boletim médico, fraturou a bacia, mas não corre risco de vida.

A crise social começou há dois meses no Chile e já deixou 26 mortos e milhares de feridos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade