Publicidade

Estado de Minas

Telescópio espacial Cheops parte rumo aos exoplanetas


postado em 18/12/2019 06:55

Um foguete Soyuz decolou nesta quarta-feira da Guiana Francesa com o telescópio espacial Cheops a bordo, dedicado ao estudo dos exoplanetas, de acordo com imagens exigidas ao vivo pela Arianespace.

Quase 4.000 exoplanetas - orbitando uma estrela que não seja o Sol - foram detectados desde a descoberta do primeiro, 51 Pegasi b, há 24 anos.

O objetivo do Cheops (CHaracterising ExOPlanet Satellite) não é encontrar novos exoplanetas, mas analisar aqueles já identificados, para tentar entender do que eles são feitos, um passo na longa busca por condições de forma de vida extraterrestre, mas também das origens da Terra.

O lançador decolou como estava previsto às 5H54 (horário de Kourou e de Brasília)) no Centro Espacial da Guiana.

A duração da missão, da decolagem à separação dos satélites, será de 4 horas e 13 minutos.

Também levar um satélite de observação da Terra COSMO-SkyMed Second Generation, para a Agência Espacial Italiana (ASI) e o ministério da Defesa italiano.

E três cargas auxiliares: Angelss, primeiro nanossatélite produzido e financiado pelo Centro Nacional de Estudos Espaciais (CNES) francês; Eyesat, também financiado pelo CNES; e Ops-Sat, em nome da ESA (Agência Espacial Europeia).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade