Publicidade

Estado de Minas

Filhote de orangotango traficado em mala voltará à natureza na Indonésia


postado em 16/12/2019 10:31

O bebê orangotango que foi drogado por um traficante russo, numa tentativa fracassada de contrabandeá-lo escondido em uma mala da ilha indonésia de Bali, será devolvido à natureza.

O caso ganhou as manchetes em março, quando as autoridades indonésias da ilha prenderam Andrei Zhestkov, que estava se preparando para viajar de volta para a Rússia, e abriram sua bagagem na qual encontraram um orangotango de dois anos dormindo dentro de uma cesta de vime.

Zhestkov, condenado a um ano de prisão em julho, estava viajando com leite para bebê e cobertores para o orangotango.

Ele também transportava duas lagartixas e cinco lagartos vivos em sua mala.

Na segunda-feira, as autoridades de conservação de Bali prepararam um grande prato de frutas para pequeno orangotango, batizado de Bon Bon, enquanto o preparavam para a transferência para um centro de conservação em Sumatra, um dos dois lugares onde essa espécie ameaçada vive em estado selvagem.

O cuidador de Bon Bon, Ketut Diandija, confessou que estava um pouco triste com sua partida.

"Eu realmente queria que Bon Bon ficasse aqui para que eu pudesse continuar cuidando dele", confessou.

As florestas do arquipélago do Sudeste Asiático podem apresentar um dos mais altos níveis de biodiversidade do mundo. Mas isso a região torna um ponto de trânsito importante para o tráfico de animais.

Em outro caso diferente, no último final de semana, as autoridades da província de Riau, em Sumatra, indicaram que haviam prendido dois homens, suspeitos de pertencerem a uma rede internacional de tráfico e que estavam tentando vender quatro filhotes de leão e um filhote de leopardo, juntamente com dezenas de tartarugas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade