Publicidade

Estado de Minas

Confrontos entre polícia libanesa e simpatizantes do Hezbollah


postado em 14/12/2019 14:49

Dezenas de jovens simpatizantes do Hezbollah entraram em confronto com a polícia na capital do país, Beirute, neste sábado, quando tentavam se aproximar do local onde estão acampados os manifestantes contrários ao governo.

Após serem atacados com pedras e fogos de artifício, os policiais usaram gás lacrimogêneo para dispersar o grupo.

Além de Beirute, manifestações de apoio ao governo foram registrados em outras cidades do Líbano nas últimas semanas, o que levou o líder do movimento xiita Hezbollah a pedir tranquilidade a seus simpatizantes.

O grupo reunido na capital libanesa queria ir até a Praça dos Mártires, considerado uma área do Hezbollah e do partido Amal.

As grandes manifestações que ocorreram no Líbano para denunciar a corrupção da classe política geralmente se desenvolveram de forma tranquila. Mas, nas últimas semanas, incidentes violentos se multiplicaram.

Em várias ocasiões, os partidários do Hezbollah e Amal atacaram concentrações do anti-regime, em Beirute, Tiro ou Baalbek, grandes bastiões dos partidos xiitas no sul e leste do país.

O líder do Hezbollah, Hasan Nasralah, pediu nesta semana a seus apoiadores "controle" e "paciência".


Publicidade