Publicidade

Estado de Minas

Decisão da Wada foi "motivada politicamente" e contradiz Carta Olímpica


postado em 09/12/2019 20:55

O presidente russo, Vladirmir Putin, denunciou nesta terça-feira uma decisão "motivada politicamente" da Agência Mundial Antidoping (Wada), que excluiu a Rússia dos Jogos Olímpicos pelos próximos quatro anos, e considerou que a medida contradiz a Carta Olímpica.

"Não há nada a recriminar ao comitê olímpico russo, e se não há nada a recriminar a este comitê, o país deve participar das competições sob sua bandeira nacional", declarou Putin em Paris durante uma coletiva de imprensa sobre a crise geopolítica entre Rússia e Ucrânia.

"Toda punição deve ser individual, não coletiva", insistiu o mandatário russo.

"Todos os motivos levam a crer que esta decisão é motivada não por preocupação pelo esporte limpo, mas sim politicamente", concluiu Putin.


Publicidade