Publicidade

Estado de Minas

Rajapaksa vence eleição presidencial no Sri Lanka


postado em 17/11/2019 09:25

Depois de cinco anos na oposição, Gotabaya Rajapaksa venceu a eleição presidencial no Sri Lanka com 52,25% dos votos, superando com folga o rival rival Sajith Premadasa (41,99%), anunciou neste domingo a Comissão Eleitoral.

Gotabaya Rajapaksa, 70 anos, conhecido como "Terminator" (referência ao filme "O Exterminador do Futuro"), fez uma campanha nacionalista, com foco na segurança, após os atentados jihadistas que mataram 269 pessoas em 21 de abril nesta ilha do sul da Ásia.

Homens-bomba de um grupo extremista local detonaram suas cargas em hotéis de luxo e igrejas cristãs, em plena celebração das missas.

Gotabaya Rajapaksa, que foi ministro da Defesa, comandou o exército cingalês que esmagou a rebelião tâmil em 2009, na última ofensiva em que 40.000 civis morreram, de acordo com organizações de defesa dos direitos humanos.

O banho de sangue acabou com 37 anos de guerra civil, que deixou mais 100.000 mortos, e rendeu a Gotabaya Rajapaksa e a seu irmão Mahinda - que presidiu o país entre 2005 e 2015 - a admiração da maioria étnica cingalesa e o ódio da minoria tâmil, que representa 15% da população.

Gotabaya Rajapaksa foi acusado de comandar durante a presidência do irmão "esquadrões da morte" - algo que ele sempre negou - que sequestraram dezenas de tâmeis, opositores políticos e jornalistas.

O retorno do clã Rajapaksa ao poder preocupa os muçulmanos, particularmente depois dos violentos atentados jihadistas de abril.


Publicidade