Publicidade

Estado de Minas

Iraque 'não voltará a ser o mesmo' após protestos, diz aiatolá


postado em 15/11/2019 10:13

O Iraque ficará profundamente marcado pelas manifestações pró-reformas e "não voltará a ser o mesmo" - afirmou nesta sexta-feira (15) o aiatolá Ali Sistani, principal líder religioso xiita do país.

"Se aqueles que estão no poder pensam que podem fugir de uma verdadeira reforma adiando, estão enganados", declarou Sistani em seu sermão semanal das sextas-feiras, lido por um de seus assistentes.

"O que vem depois destes protestos não será o mesmo de antes, e devem ter consciência disso", acrescentou.

As manifestações começaram em 1º de outubro contra o desemprego e a corrupção e, agora, o movimento reivindica uma mudança do sistema político.

Sistani, de 89 amos, deu um tímido apoio aos manifestantes quando foram às ruas e classificou suas demandas como "legítimas".

Nos últimos dias, o aiatolá voltou a reforçar seu apoio, chamando os protestos de uma "maneira honrosa" de pedir mudanças.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade