Publicidade

Estado de Minas

Toque de recolher prossegue ante continuação dos protestos no Chile


postado em 24/10/2019 15:13

As Forças Armadas do Chile, encarregadas da segurança das ruas de Santiago, decretaram nesta quinta-feira o sexto toque de recolher consecutivo para a capital, em meio a violentos protestos e saques em várias partes do país.

"O chefe da Defesa Nacional da região metropolitana decretou um toque de recolher das 22h00 de 24 de outubro às 04h00 de 25 de outubro", informou o Exército em sua conta no Twitter.

A fonte afirmou ainda que assim será mantido o cronograma da medida tinha na quarta-feira.

Mais cedo, o presidente Sebastián Piñera falou de um plano para acabar com os toques de recolher aplicados por cinco dias consecutivos em várias regiões do país desde que uma crise social teve início na semana passada.

"Estamos trabalhando em um plano para normalizar a vida de nosso país ... para poder terminar com o toque de recolher e, com sorte, também poderemos suspender o estado de emergência", disse o presidente em uma mensagem à imprensa.

Piñera decretou estado de emergência no sábado, após um violento dia de protestos na sexta-feira pelo aumento do preço do metrô, mas que depois se estendeu a outras demandas sociais, com saques em supermercados e empresas e queima de várias estações de metrô.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade