Publicidade

Estado de Minas

Curdos sírios favorável a plano de criar área 'sob controle internacional'


postado em 24/10/2019 14:19

Os curdos sírios são favoráveis ao plano da Alemanha de criar uma "zona de segurança" sob controle internacional no nordeste da Síria, afirmou nesta quinta-feira (24) o chefe das Forças Democráticas Sírias (FDS), dominadas pelos combatentes curdos.

"Há um projeto destinado a implantar uma força internacional na zona de segurança. Nós a pedimos e aceitamos", afirmou Mazlum Abdi a jornalistas na cidade de Qamichli (nordeste).

"O projeto ainda está sendo discutido e precisará do apoio dos Estados Unidos e da Rússia", contou Abdi.

O plano seria abordado nesta quinta-feira em uma reunião ministerial da OTAN em Bruxelas.

A Rússia anunciou nesta semana que chegou a um acordo com a Turquia que prevê patrulhas conjuntas dos exércitos russo e sírio para facilitar a retirada dos combatentes curdos daquela região.

A Turquia, que realizou uma ofensiva de vários dias contra as forças curdas na Síria, pede uma "zona de segurança" de 32 km no norte da Síria, cuja implementação exigiu acordos separados da Turquia com os Estados Unidos e Rússia.

A chanceler alemã Angela Merkel apoiou, na terça-feira, a ideia de uma zona de proteção internacional no norte da Síria, embora tenha reconhecido que muitas questões ainda estão pendentes.

O acordo russo-turco contraria sua ideia de criar, sob o patrocínio da ONU, uma zona de proteção internacional no norte da Síria.

No entanto, a possibilidade de aplicar sua proposta é questionada, já que envolve o envio de tropas, o que a Alemanha não está disposta a aceitar, afirmaram vários diplomatas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade