Publicidade

Estado de Minas

Publicidade de hambúrger em que mulher é agredida gera polêmica na Bélgica


postado em 09/10/2019 10:43

Um anúncio em que uma mulher é agredida por um homem porque ela não deu a ele o hambúrguer da marca certa gerou uma onda de críticas na Bélgica, onde consumidores e políticos caracterizam a publicidade de "repugnante" e "irresponsável".

O Conselho de Publicidade, um órgão disciplinar do setor na Bélgica, registrou cerca de 300 ações judiciais desde terça-feira, disse sua diretora Sandrine Sepul à AFP nesta quarta-feira.

Postada no Facebook, a imagem mostra, com um estilo pop art americano dos anos 1950, um homem de terno batendo em uma mulher no rosto, que cai para trás.

"Sério? Um Bicky falso?", diz o homem para justificar o gesto, referindo-se a uma marca de hambúrguer.

Na quarta-feira, toda a mídia belga ecoou a controvérsia gerada pelo anúncio, rapidamente retirado pelo Facebook, embora os comentários dos usuários da Internet ainda estivessem visíveis.

"A cada dez dias, um homem mata sua esposa, ou sua ex. E, todos os dias, algumas mulheres são humilhadas, estupradas, espancadas", escreve o jornal "Le Soir", que se perguntou como, em 2019, os publicitários ainda podem conceber esse tipo de campanha.

As ministros da Igualdade de Oportunidades nas regiões de Bruxelas e Valônia, Nawal Ben Hamou e Christie Morreale, respectivamente, anunciaram ter levado o caso ao Conselho de Publicidade.

A primeira apontou uma campanha "repugnante e completamente irresponsável", enquanto Christie denunciou que "o uso de violência contra mulheres na publicidade é irresponsável".


Publicidade