Publicidade

Estado de Minas

Violência causa fuga de 40.000 pessoas da Nigéria


postado em 27/09/2019 10:55

A escalada da violência no noroeste da Nigéria forçou mais de 40.000 pessoas a atravessarem a fronteira para o Níger nos últimos dez meses - informou a ONU nesta sexta-feira (27).

Ainda não se sabe com certeza se o aumento de sequestros, assassinatos, violência sexual e outros distúrbios nessa área está relacionado à insurgência islâmica do Boko Haram. O grupo se concentra no nordeste do país.

"As pessoas buscam segurança, porque temem os ataques indiscriminados deflagrados por grupos armados contra homens, mulheres e crianças", afirmou Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) em um comunicado.

O porta-voz do Acnur, Babar Baloch, explicou que a agência não possui informações claras sobre os autores de violência nos estados de Sokoto, Zamfara e Katsina.

O governo nigeriano culpou os bandidos armados.

A ONU disse que somente até 11 de setembro passado, 2.500 refugiados entraram no Níger após um ataque a civis.

O Acnur acrescentou que estava intensificando a assistência à remota área da fronteira no lado do Níger, enviando mais pessoal e mais suprimentos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade