Publicidade

Estado de Minas

Twitter suspende tuítes por SMS após hacking da conta do CEO da empresa


postado em 04/09/2019 21:14

Os usuários do Twitter não poderão enviar tuítes por SMS enquanto a rede social não solucionar a falha que permitiu o breve hacking da conta de seu diretor-executivo, Jack Dorsey, na sexta-feira passada.

Essa função foi suspensa temporariamente, explicou o Twitter na terça-feira na própria rede. "Reativaremos a função em breve nos países que precisem de SMS" e "repensaremos nossa estratégia a longo prazo para essa opção", declarou a empresa em uma série de mensagens.

Dorsey, um dos cofundadores da rede social, foi vítima de um hacking de cartão SIM. Nesse tipo de ataque, os hackers conseguem transferir o número de telefone celular de sua vítima a outro telefone.

Uma vez atingido esse objetivo, os hackers podem se fazer passar por sua vítima, tanto nas redes sociais como em sua conta bancária on-line.

Os hackers utilizam o sistema de autenticação de dois fatores, que consiste em comprovar a identidade dos usuários por meio de uma senha e de um código único enviado por SMS.

"Tomamos esta medida devido às falhas que os operadores telefônicos precisam reparar e à nossa dependência do número de telefone no sistema de autenticação de dois fatores", acrescentou o Twitter.

Esse tipo de hacking vem aumentando. Após o roubo de grande quantidade de dados privados nos últimos anos, os hackers têm acesso, no mercado negro da internet, a muitas informações pessoais que lhes permitem enganar as operadoras.

"Os serviços de mensagens dos telefones móveis podem ser hackeados com meios técnicos sofisticados, mas também de uma forma tão simples como convencer um operador a transferir uma conta para outra, em um telefone não autorizado", explica R. David Edelman, um ex-assessor da Casa Branca que dirige um centro de pesquisa sobre cibersegurança no Massachusetts Institute of Technology.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade