Publicidade

Estado de Minas

Foto que capta drama de três meninas na Síria viraliza nas redes


postado em 26/07/2019 15:31

A foto viralizou nas redes sociais: duas meninas presas em um prédio desmoronado mal conseguem segurar sua irmãzinha, que está suspensa a vários metros do chão, depois de um bombardeio aéreo no noroeste da Síria.

A imagem mostra Riham, de cinco anos de idade, segurando Tuka, de sete meses, com a camisa rasgada, prestes a cair, enquanto Dalia, ao seu lado, parece estar presa sob os escombros.

Registrado pelo fotógrafo Bashar el Sheikh, da mídia digital local SY24, esta cena angustiante ocorreu na quarta-feira em Ariha, uma cidade na província de Idlib e alvo dos atentados do governo Bashar al-Assad, segundo o Observatório Sírio para Direitos Humanos (OSDH).

A pequena Riham faleceu logo após esta foto, enquanto a bebê Tuka e Dalia foram hospitalizadas em Idlib.

"Tuka sofre trauma craniencefálico. Ela estava sob respiração artificial por 24 horas. Agora está em tratamento intensivo. Sua condição é estável, se Deus quiser", disse o médico Ismail à AFP.

Já Dalia "se encontra em um quadro estável", depois de ter sido operada por uma lesão no peito, de acordo com o dr. Mohamed, um médico do mesmo hospital.

Tawfik Kattan fazia parte da equipe de socorristas dos Capacetes Brancos que intervieram na quarta-feira em Ariha, após o ataque aéreo. Depois de retirar uma vítima, ele voltou rapidamente à cena do drama.

"Mas as duas meninas caíram enquanto isso", conta à AFP.

A mãe desta família, composta por seis irmãs, morreu nos ataques.

Além de Riham, outra de suas filhas, Rowan, de três anos, morreu devido aos ferimentos no estômago e no peito. Duas outras irmãs, que também ficaram feridas, sobreviveram.

Apoiado pelo aliado russo, o governo realiza bombardeios quase diários desde o final de abril na província de Idlib, assim como nas áreas adjacentes nas províncias limítrofes de Aleppo, Hama e Latákia.

Em quase três meses, os bombardeios aéreos mataram cerca de 740 civis, incluindo mais de 180 crianças, segundo o OSDH.

Iniciada em 2011, a guerra na Síria deixou mais de 370.000 mortos e milhões de pessoas deslocadas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade