Publicidade

Estado de Minas

British Airways suspende voos para o Cairo por razões de segurança


postado em 20/07/2019 16:25

A companhia aérea britânica British Airways anunciou neste sábado que estava suspendendo seus voos para o Cairo por sete dias como medida de precaução após analisar questões de segurança.

"Estamos constantemente revisando nossos acordos de segurança em todos os nossos aeroportos ao redor do mundo, e suspendemos os voos para o Cairo por sete dias como precaução para permitir uma avaliação mais profunda", disse a companhia em comunicado.

"A segurança e proteção de nossos clientes e tripulação é sempre nossa prioridade, e um avião nunca voará a menos que seja seguro fazê-lo", adicionou.

Alguns dos passageiros afetados colocaram fotos nas redes sociais que mostram a carta enviada pela empresa com uma mensagem similar.

Um porta-voz da companhia aérea indicou que não pode, por agora, dar mais informações sobre as suspensões.

O Ministério das Relações Exteriores alertou, em Londres, no manual de instruções de viagem para os cidadãos britânicos que vão ao Egito, que "há um alto risco de terrorismo contra a aviação".

"Foram aplicadas medidas adicionais de segurança para voos que partem de El Cairo com destino ao Reino Unido. Você pode cooperar muito com os funcionários de segurança nos aeroportos", agrega.

Chamou a atenção ainda contra todas as viagens aéreas, exceto as viagens essenciais para o resort de Sharm el Cheikh, no Mar Vermelho, na Península do Sinai.

"É bastante provável que os terroristas tentem atacar no Egito. Embora muitos dos ataques ocorram no norte do Sinai, há um risco de ataques terroristas em todo o país", diz ele.

"A principal ameaça é na península do Sinai, onde Daesh atua com muita liberdade, mas os terroristas estão ativos em todo o Egito, inclusive em El Cairo", aponta.

Aproximadamente 415.000 britânicos visitaram o Egito em 2018.

rjm/eg/mb


Publicidade