Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Petrobras reitera não ser fornecedora única de combustível para navios iranianos


postado em 19/07/2019 19:39

A Petrobras reiterou por meio de sua assessoria de imprensa a posição de que não é a única fornecedora de combustível para navios como os de bandeira iraniana parados no Porto de Paranaguá, no Paraná. Em nota divulgada nesta sexta-feira, a empresa brasileira que afretou os navios disse que só a estatal poderia fornecer o combustível, por se tratar de um monopólio. A petroleira descartou ter levado o assunto ao governo.

A Petrobras afirma que "o risco envolvido na contratação de navios sancionados deve ser de responsabilidade da empresa exportadora e não da Petrobras, que não tem qualquer relação com as atividades comerciais da exportadora".

A estatal brasileira se recusa a fornecer combustível aos cargueiros, porque ambos foram sancionados pelos Estados Unidos e incluídos na lista da Specially Designated National and Blocked Persons List (SDN), da Office of Foreign Assets Control (Ofac), na esteira das sanções americanas ao Irã.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade