Publicidade

Estado de Minas

Secretário-geral da ONU pede ação para evitar "catástrofe" climática


postado em 30/06/2019 10:02

O desajuste climático avança mais rápido que o previsto, advertiu neste domingo o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, em Abu Dhabi, onde defendeu uma ação urgente para evitar uma "catástrofe".

"Estamos aqui porque o mundo enfrenta uma grave urgência climática", declarou Guterres durante uma reunião de dois dias sobre o clima nos Emirados Árabes Unidos, prévia a um encontro de cúpula que será organizado em 23 de setembro em Nova York.

"O desajuste climático está acontecendo agora [...] Avança mais rápido do que previam os melhores cientistas mundiais e supera nossos esforços para lutar contra", afirmou o chefe da ONU.

Uma situação que continuará piorando a menos que "atuemos agora com ambição e urgência", completou.

O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) publicou um relatório em 2018 com a advertência de que limitar o aumento das temperaturas a 1,5ºC, ao invés de 2ºC, como prevê o acordo de Paris de 2015, reduziria consideravelmente as consequências negativas da mudança climática.

Mas limitar o aumento das temperaturas globais a +1,5ºC implicaria reduzir em quase 50% as emissões de gases que provocam o efeito estufa até 2030 na comparação com 2010, segundo o IPCC, algo que certos países muito poluentes questionam.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade