Publicidade

Estado de Minas

Falha humana causou erros em apuração de eleições na Guatemala


postado em 22/06/2019 20:50

Um funcionário do tribunal eleitoral da Guatemala atribuiu neste sábado a um programador a falha no sistema de apuração das eleições do último domingo, que levará à recontagem dos votos, após denúncias de fraude.

"Ele fez essa modificação. Lamentavelmente, ela foi malfeita e, por isso, tivemos esse erro", justificou Gustavo Castillo, diretor da Unidade de Informática do Superior Tribunal Eleitoral (TSE), sem identificar o funcionário.

Diante das denúncias de fraude, o TSE concordou em realizar uma nova apuração de cada uma das atas da eleição, incluindo, além da votação presidencial, a de deputados, prefeitos e representantes do Parlamento Centro-Americano.

Segundo as denúncias, várias atas escritas a mão com o resumo dos votos, que foram escaneadas, não coincidem com o registro digital no sistema.

"Não foi o tribunal como instituição, foi uma pessoa que nos causou este dano", afirmou Castillo. Embora tenha assinalado que acredita em um erro "inconsciente", disse que medidas serão tomadas contra o funcionário.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade