Publicidade

Estado de Minas

Confiança na mídia diminui no mundo, segundo Reuters Institute


postado em 12/06/2019 17:07

A confiança na mídia diminuiu ainda mais no mundo, onde a maioria das pessoas desconfia da informação que recebe, destaca o informe anual do Reuters Institute publicado nesta quarta-feira (12).

O relatório, denominado Digital News Report, se apoia especialmente em um amplo estudo realizado pelo YouGov entre o fim de janeiro e o começo de fevereiro com 75.000 pessoas em 38 países.

Nestes países, em média 42% das pessoas entrevistadas confiam na mídia em geral (uma redução de dois pontos percentuais por ano) e quase a metade (49%) confia na mídia que utiliza.

Embora uma pequena maioria das pessoas consultadas (51%) considera que a mídia os ajuda a compreender a atualidade, menos de um terço (29%) pensa que a mídia cobre temas pertinentes e apenas 16% que o tom utilizado é bom.

Estes veículos ocultam disparidades importantes de acordo com os países, segundo o informe.

De um lado, países como Finlândia e Canadá que confiam na mídia e do outro, países como Grécia ou Hungria, onde a desconfiança é muito grande.

Os internautas se dirigem cada vez mais a aplicativos de troca de mensagens como o WhatsApp para compartilhar informações, especialmente em Brasil, Malásia e África do Sul.

As pessoas consultadas que decidem ativamente evitar ser informadas são cada vez mais numerosas (32%).


Publicidade