Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Em discurso anual, Putin critica tarifas de Trump e se coloca ao lado da China


postado em 08/06/2019 16:03

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, acusou o governo de Donald Trump de usar tarifas e sanções para manter o domínio da economia global, ao mesmo tempo em que destaca os crescentes laços do Kremlin com a China, à medida que o relacionamento dos dois países com Washington se deteriora.

Durante um discurso no principal fórum econômico anual da Rússia, Putin criticou o uso de tarifas do governo Trump - incluindo as que Washington impôs à China - como uma tática de força que está provocando uma crise no comércio internacional. Ele também criticou os esforços americanos para conter a empresa de telecomunicações chinesa Huawei Technologies.

O ataque de Putin contra Washington coloca Moscou firmemente ao lado da China em seu impasse com os EUA. Putin fez as declarações quando o presidente chinês, Xi Jinping, que trouxe um contingente de 1.000 pessoas para o fórum, sentou-se no palco.

"A economia mundial está entrando em um período de guerras comerciais e crescente protecionismo - aberto e indireto", disse o presidente Russo.

Xi, por sua vez, fez uma crítica indireta aos EUA, condenando "o crescente globalismo e a hegemonia" e descreveu a Rússia como uma parceira "sincera e com idéias semelhantes". Fonte: Dow Jones Newswires


Publicidade