Publicidade

Estado de Minas

ONU: cerca de 3,3 milhões de pessoas deixaram Venezuela desde 2015


postado em 07/06/2019 12:51

Pelo menos 3,3 milhões de pessoas fugiram da crise na Venezuela desde o final de 2015, incluindo um milhão que deixou o país desde novembro de 2018 - informou a ONU nesta sexta-feira (7).

"O ritmo da saída da Venezuela foi assombroso", afirmaram o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) e a Organização Internacional para Migrações (OIM), em um comunicado conjunto.

A atriz americana e embaixadora da Boa Vontade do Acnur Angelina Jolie viajará neste fim de semana para a região colombiana fronteiriça com a Venezuela "para avaliar a resposta humanitária ao êxodo", afirmou a agência.

Os países latino-americanos acolhem a grande maioria dos venezuelanos. A Colômbia recebeu algo em torno de 1,3 milhão, seguida por Peru (768.000), Chile (288.000), Equador (263.000), Argentina (130.000) e Brasil (168.000).

O representante especial conjunto do ACNUR-OIM para refugiados e migrantes venezuelanos, o ex-vice-presidente da Guatemala Eduardo Stein, afirmou que "esses números alarmantes ressaltam a necessidade urgente de apoiar as comunidades de acolhida" nos países que recebem os venezuelanos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade