Publicidade

Estado de Minas

Bloomberg investe US$ 500 milhões para reduzir dependência americana dos combustíveis fósseis


postado em 07/06/2019 06:16

O bilionário e filantropo Michael Bloomberg anunciou na quinta-feira um investimento de 500 milhões de dólares para ajudar seu país a reduzir a dependência dos combustíveis fósseis e a combater o aquecimento global.

O dinheiro será utilizado para fechar quase 250 centrais de carvão nos Estados Unidos até 2030 e "frear a corrida pela construção de novas centrais de energia a gás", afirmou o ex-prefeito de Nova York (2002-2013) em um comunicado.

O bilionário de 77 anos descreveu seu plano "Beyond Carbon" (Além do Carvão), que deve ser lançado oficialmente nesta sexta-feira em um discurso no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), como "a maior campanha coordenada para combater o aquecimento global já implementada nos Estados Unidos".

"Beyond Carbon" tem como objetivo alcançar uma economia 100% de energia renovável, apoiando iniciativas locais e estimulando os candidatos políticos que priorizam a questão climática.

"Estamos em uma corrida contra o tempo com o aquecimento global. E ainda não há praticamente nenhuma esperança de una ação federal forte neste tema durante ao menos os próximos dois anos", disse Bloomberg, em referência ao tempo que resta até o fim do mandato do presidente Donald Trump, cético sobre a mudança climática.

"A mãe natureza não está esperando o nosso calendário político, e nós também não podemos", completou.

Em 2011, Bloomberg lançou um plano de 500 milhões de dólares, "Beyond Coal" (Além do Carvão), que conseguiu fechar de 289 centrais de carvão nos Estados Unidos.


Publicidade