Publicidade

Estado de Minas

Mulher que acusa Neymar de estupro apresenta sua versão


postado em 05/06/2019 23:43

A jovem que acusa Neymar de estupro apresentou sua versão em uma entrevista exclusiva que foi divulgada nesta quarta-feira, uma hora antes do amistoso entre a seleção brasileira e o Catar.

Os trechos da entrevista de sua acusadora foram transmitidos nesta quarta-feira pelo SBT e sacudiram a internet imediatamente.

"Foi agressão junto com estupro", disparou a jovem que se identificou como Najila Trindade Mendes de Souza em sua primeira entrevista, que será divulgada na íntegra na segunda-feira.

"Era minha intenção (...) era ter uma relação sexual com ele, disse Najila ao ser perguntada especificamente sobre o consenso entre os dois. Em sua primeira aparição pública, a jovem, que se define como modelo, disse que Neymar pagou o hotel e as passagens para Paris.

As coisas mudaram, segundo Najila, no primeiro encontro. "Como eu tinha muita vontade de ficar com ele, tentei manejar a situação. Começamos a trocar carícias, nos beijar e ele me despiu. Até aí, foi tudo consensual. Ele começou a me bater. No início foi ok, mas depois ele começou a me machucar muito. Eu falei 'para' e ele falou 'desculpa, linda'. Perguntei se ele tinha trazido preservativos. Ele disse que não e eu disse 'Então não vai acontecer nada' (...) Ele me virou e cometeu o ato. Pedi para ele parar, ele continuou. Enquanto ele cometia o ato, continuou batendo na minha bunda, violentamente. Foi muito rápido", contou a jovem.

Em outro capítulo dessa história, nesta noite o portal de notícias G1 informou que a polícia tem um vídeo gravado de um suposto segundo encontro.

O atacante do Paris Saint-Germain, que havia escrito em seu Instagram que a partida desta noite contra o Catar talvez fosse o jogo mais difícil de sua carreira "pelas circunstâncias", deixou o campo machucado aos 20 minutos do primeiro tempo.

A assessoria de imprensa da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informou pouco depois que Neymar "sofreu um entorse no tornozelo direito".

Em uma disputa de bola com um jogador do Catar, aos 17 minutos, Neymar, que havia sido aplaudido pelos torcedores ao entrar no estádio, aparentemente pisa em falso com seu pé direito e demora alguns segundos para se levantar. Depois de reclamar de dor, sai de campo.

Ele foi atendido no banco de reservas pelo médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, e três minutos depois teve que ir ao vestiário, mancando, com uma bolsa de gelo no tornozelo e amparado por dois membros da comissão técnica. O craque foi substituído por Everton.

O Brasil venceu Catar por 2 a 0 com gols de Richarlison (16) e Gabriel Jesus (24).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade