Publicidade

Estado de Minas

Denúncia contra Cristiano Ronaldo por estupro é mantida nos EUA


postado em 05/06/2019 20:50

A denúncia por suposto estupro contra o craque português Cristiano Ronaldo está mantida, disse nesta quarta-feira à AFP a advogada de Kathryn Mayorga, a mulher que acusa o astro de tê-la estuprado em um hotel de Las Vegas em 2009.

"A acusação não foi retirada", disse a advogada Larissa Drohobyczer. "A denúncia foi retirada (de uma corte estatal de Nevada) porque apresentamos acusações idênticas perante uma corte federal", explicou. "Basicamente mudamos a jurisdição mas a denúncia foi mantida".

Mais cedo a agência Bloomberg informou sobre uma retirada da denúncia de uma corte do estado de Nevada, em Las Vegas.

O cinco vezes vencedor da Bola de Ouro, ex-jogador do Manchester United e atualmente na Juventus de Turim depois de anos de sucesso no Real Madrid, sempre negou com veemência as acusações.

Kathryn Mayorga, hoje com 35 anos, acusa Ronaldo, de 34, de ter feito sexo com ela à força no dia 13 de junho de 2009 em seu quarto de hotel, apesar de ter resistido a suas investidas e tentado se proteger com as mãos.

Em janeiro, a polícia de Las Vegas solicitou às autoridades italianas uma amostra de DNA de Cristiano Ronaldo.

A Juventus anunciou em março que a pré-temporada da equipe para a próxima temporada acontecerá na Ásia, e não nos Estados Unidos como nos dois últimos anos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade