Publicidade

Estado de Minas

Talibãs prendem manifestantes pela paz no Afeganistão


postado em 04/06/2019 10:31

O Talibã prendeu um grupo de afegãos que estava realizando uma marcha pela paz no Afeganistão - disseram dois partidários do movimento nesta terça-feira (4).

Tudo começou em maio de 2018, quando um grupo de civis percorreu 700 quilômetros de Lashkar Gah (sul) até Cabul. Ao longo do caminho, centenas de pessoas se juntaram ao grupo.

Em 27 de maio, cerca de 30 pessoas começaram uma nova marcha de Lashkar Gah com o objetivo de se encontrar com o Talibã e lhes pedir um cessar-fogo.

De acordo com Abdul Malik Hamdard, membro do Movimento Popular para a Paz (MPP), no domingo à noite, quando entraram em território insurgente, talibãs obrigaram quatro líderes do grupo a acompanhá-los em veículos.

Na segunda-feira, eles voltaram para buscar o resto do grupo, exceto os homens mais velhos. Cerca de 25 manifestantes foram presos, segundo Abdul Malik Hamdard.

"Não temos notícias deles desde então", afirmou.

Depois de permanecer em silêncio por mais de 36 horas, o Talibã publicou nesta terça-feira fotos de quatro membros do grupo, incluindo um de seus líderes, Iqbal Khyber, dizendo que estão seguros.

Bismillah Watandost, porta-voz dos manifestantes e agora entre os detidos, disse à AFP na semana passada que o MPP pretendia explicar ao Talibã o sofrimento do povo afegão e pedir um cessar-fogo durante o Eid al Fitr, que marca o fim do Ramadã e que começou nesta terça.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade