Publicidade

Estado de Minas

Para chanceler canadense, tarifas sobre o México não afetarão novo Nafta


postado em 31/05/2019 18:25

O ministro das Relações Exteriores do Canadá renovou o compromisso de sexta-feira (31) de Ottawa de ratificar o novo acordo de livre-comércio da América do Norte (T-MEC, na sigla em espanhol), após o presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçar aplicar tarifas sobre o México.

A posição de Ottawa não mudou, disse a ministra Chrystia Freeland a repórteres. "Estamos prontos para prosseguir com a ratificação do T-MEC no Canadá", afirmou.

"Como os canadenses sabem, começamos o processo esta semana", acrescentou.

Seus comentários vêm depois da ameaça de Trump de aplicar tarifas ao México que começariam com 5% a partir de 10 de junho, se o país não interromper o fluxo de imigrantes sem documentos para os Estados Unidos.

O número de migrantes detidos na fronteira Estados Unidos-México ultrapassou 100 mil por mês nos últimos meses, segundo o governo Trump.

Em sua maioria, são pessoas que fogem da pobreza e da violência na América Central para solicitar asilo quando chegam ao território dos EUA.

Trump classifica consistentemente migrantes como criminosos e membros de gangues e alertou que as drogas também estão atravessando a fronteira.

O presidente americano fez o anúncio das tarifas no mesmo dia em que lançou o processo de ratificação do T-MEC, o novo Nafta assinado em novembro do ano passado entre os Estados Unidos, o México e o Canadá.

As palavras de Freeland também vêm depois de uma visita a Ottawa pelo vice-presidente dos EUA, Mike Pence, para pressionar pela ratificação.

O tratado, assinado em novembro passado, entrará em vigor somente após a ratificação dos três países.

Freeland lembrou que a fronteira entre os Estados Unidos e o México "é uma questão bilateral".

"Estamos trabalhando de perto, estou em contato próximo com meus pares no México e nos Estados Unidos para aprender sobre seus processos internos e pretendemos, na medida do possível, avançar em conjunto com nossos parceiros", disse ela.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade