Publicidade

Estado de Minas

Bolsonaro apoia 'transição democrática' na Venezuela com 'bastante atenção'

O chanceler Ernesto Araújo afirmou em coletiva de imprensa que 'é positivo que haja movimento de militares que reconhecem a constitucionalidade do presidente Juan Guaidó'


postado em 30/04/2019 13:43 / atualizado em 30/04/2019 14:38



O presidente Jair Bolsonaro manifestou o apoio do Brasil "ao processo de transição democrática" na Venezuela, onde militares se rebelaram em apoio ao líder opositor Juan Guaidó, que busca derrubar o presidente chavista Nicolás Maduro.


(foto: FEDERICO PARRA/AFP)
(foto: FEDERICO PARRA/AFP)


"O Brasil acompanha com bastante atenção a situação na Venezuela e reafirma o seu apoio na transição democrática que se processa no país vizinho. O Brasil está ao lado do povo da Venezuela, do presidente Juan Guaidó e da liberdade dos venezuelanos", escreveu no Twitter.

 


Em outro tuite, Bolsonaro escreveu que o Brasil "se solidariza com o sofrido povo venezuelano escravizado por um ditador apoiado pelo PT, PSOL e alinhados ideológicos. Apoiamos a liberdade desta nação irmã para que finalmente vivam uma verdadeira democracia".


Bolsonaro, cujo governo descartou participar em uma intervenção militar estrangeira, está reunido no Palácio do Planalto em Brasília com vários ministros para discutir a tensão no país vizinho.


Esta manhã, o chanceler Ernesto Araújo afirmou em coletiva de imprensa que "é positivo que haja movimento de militares que reconhecem a constitucionalidade do presidente Juan Guaidó".


"O Brasil apoia o processo de transição democrática e espera que os militares venezuelanos sejam parte desse processo de transição democrática", assegurou, após se reunir com seu colega alemão Heiko Maas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade