Publicidade

Estado de Minas

Diretor teatral britânico Peter Brook é premiado com Princesa das Astúrias das Artes


postado em 24/04/2019 15:13

Figura essencial das artes cênicas contemporâneas, o veterano diretor teatral britânico Peter Brook recebeu nesta quarta-feira o Prêmio Princesa das Astúrias das Artes, por sua condição de "mestre de gerações".

"Considerado o melhor diretor teatral do século XX", Brook, de 94 anos e ainda na ativa, "abriu novos horizontes à dramaturgia contemporânea, ao contribuir de forma decisiva para a troca de conhecimentos entre culturas tão distintas como as da Europa, África e Ásia", afirmou o júri.

Com uma carreira desenvolvida sobretudo na Grã-Bretanha e França, Brook dirigiu obras de um amplo leque de estilos teatrais em palcos de toda a Europa e em países como Índia e África do Sul.

Este ano Peter Brook se impôs entre 40 candidaturas de 17 países.

Os Prêmios espanhóis Princesa das Astúrias, instituídos em 1981, estão dotados com 50.000 euros e uma escultura criada por Joan Miró.


Publicidade