Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Candidato derrotado nas eleições presidenciais do Congo pede recontagem de votos


postado em 12/01/2019 17:29

O candidato de oposição nas eleições presidenciais da República Democrática do Congo, Martin Fayulu, contestou o resultado que deu a vitória ao outro postulante de oposição, Felix Tshisekedi, e pediu recontagem ao Tribunal Constitucional do país.

A coalizão de Fayulu alega que ele teria conquistado 61% dos votos, contra 18% de Tshieskedi, conforme números compilados por 40 mil observadores eleitorais da Igreja Católica em todo o território congolês.

O candidato derrotado acusa Felix Tshisekedi de ter feito, nos bastidores, um acordo com o atual presidente, Joseph Kabila para chegar ao poder. O escolhido de Kabila para sucedê-lo, Emmanuel Ramazani Shadary, acabou tendo desempenho ruim na eleição.

Fayulu pode estar arriscando mais do que a recusa do tribunal. A presidente da comissão eleitoral, Corneille Nangaa, já havia declarado que ou os resultados oficiais são aceitos, ou a votação é anulada - o que manteria Kabila no poder até outra eleição.

A eleição do dia 30 de dezembro de 2018 aconteceu com dois anos de atraso. Fonte: Associated Press.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade