Publicidade

Estado de Minas

Projeto do arquiteto Renzo Piano é escolhido para nova ponte de Gênova


postado em 18/12/2018 18:30

O projeto da estrela da arquitetura Renzo Piano foi escolhido nesta terça-feira (18) para a construção da nova ponte de Gênova, que deve substituir o viaduto Morandi, que desabou em 14 de agosto e deixou 43 mortos.

"Pedimos ao arquiteto Renzo Piano que acompanhe de perto o projeto para nos assegurarmos de que respeitarão a ideia original", assinalou o prefeito de Gênova, Marco Bucci, citado em um comunicado da instituição que administra as consequências deste acidente e a construção da nova ponte.

Piano, coautor do projeto do Centro Pompidou e que desenhou o novo Palácio de Justiça de Paris, aceitou se encarregar do projeto gratuitamente "como forma de doação à cidade de Gênova", indica o comunicado.

Precisamente, o arquiteto de 81 anos é oriundo de Gênova e, em setembro, propôs um projeto para um novo viaduto.

"Esta ponte durará mil anos e será construída em aço", havia dito em uma entrevista coletiva na grande cidade-porto do noroeste da península.

Terá "alguma coisa de um barco, porque é algo de Gênova", e "será uma ponte mais fina, que terá a própria luminosidade", e deverá ser branca, segundo o arquiteto.

A construção da ponte, avaliada em 202 milhões de euros, será feita por um grupo de empresas que incluem Sailini-Impregilo, Fincantieri e Italferr, de acordo com o comunicado.

O viaduto de Morandi, que atravessava Gênova para ligar com a estrada até a França, desabou em agosto e deixou 43 mortos, além de dezenas de feridos.


Publicidade