Publicidade

Estado de Minas

Apps de paquera usam inteligência artificial para ajudar a encontrar o amor


postado em 08/11/2018 16:53

Os aplicativos de relacionamento estão usando inteligência artificial para sugerir onde ir em um primeiro encontro, recomendar o que dizer e até encontrar um parceiro que se parece com sua celebridade favorita.

Até recentemente, nos aplicativos de paquera para smartphones, como o Tinder, cabia aos usuários marcar para sair e, em seguida, fazer o encontro correr bem.

Mas para combater o crescente cansaço de 'zapear' perfis em vão, o setor de encontros on-line está recorrendo à inteligência artificial (IA) para ajudar a organizar encontros na vida real e atuar como um 'coach' de paquera.

Esses novos usos da inteligência artificial - a ciência de programar computadores para reproduzir processos humanos como pensamento e tomada de decisões - por aplicativos de paquera foram destacados na Web Summit, de quatro dias, que termina nesta quinta-feira (8) em Lisboa.

A eHarmony, pioneira em paquera on-line, anunciou que está desenvolvendo um recurso habilitado para IA que incentiva os usuários a sugerirem que se encontrem pessoalmente depois deles estarem batendo papo no aplicativo há algum tempo.

"Há muita atividade em aplicativos de namoro, mas em geral não há muitos encontros", disse o CEO da eHarmony, Grant Langston, no encontro anual de tecnologia.

"Os caras não sabem como chamar para sair, é realmente surpreendente quantas pessoas precisam de ajuda, e achamos que podemos fazer isso de forma automatizada".

- 'Tira a pressão' -

O aplicativo de paquera britânico Loveflutter planeja usar IA para analisar conversas entre seus usuários para determinar sua compatibilidade e sugerir onde eles deveriam se encontrar.

"Vamos enviar uma mensagem dizendo 'Vocês estão se dando muito bem, porque vocês não vão ao primeiro encontro?'," disse o cofundador do Loveflutter Daigo Smith.

Loveflutter já sugere lugares para ir em um primeiro encontro que são equidistantes da casa das duas pessoas usando informações do Foursquare, um app que ajuda os usuários de smartphones a encontrarem restaurantes, bares e clubes nas proximidades.

"Isso meio que tira a pressão de organizar esse primeiro encontro", disse Smith.

O fundador do Tinder, Sean Rad, disse que a IA vai "criar melhores experiências para o usuário" e prevê que a assistente de voz Siri do iPhone vai agir como cupido no futuro.

- Ativado por voz -

Um aplicativo de paquera totalmente operado por voz chamado AIMM, que usa IA para espelhar um serviço casamenteiro humano, já está sendo testado em Denver, onde tem cerca de 1.000 usuários.

Quando você abre o aplicativo, uma voz suave faz perguntas sobre o que você gosta de fazer em um encontro ou para onde gostaria de viajar.

Em seguida, sugere parceiros adequados com base na sua personalidade. Depois de você escolher alguém que gostaria de conhecer, o aplicativo te dá informações sobre a pessoa.

Depois de vários dias, o aplicativo ajudará a configurar um horário para uma ligação telefônica entre você e seu par - e dará conselhos sobre seu primeiro encontro com base no que sabe sobre a outra pessoa.

"Vai dizer coisas como 'com base na inclinação de personalidade dela, é uma pessoa tradicional, eu recomendaria jantar e uma caminhada'", disse Kevin Teman, desenvolvedor do aplicativo.

O aplicativo também te lembra de fazer perguntas "sobre as coisas que são importantes para você" durante o encontro, acrescentou.

Após o encontro, o aplicativo conversa com as duas pessoas para saber como foi e recomenda se elas devem sair novamente ou continuar procurando outros pares.

Teman espera disponibilizá-lo nos Estados Unidos no começo do ano que vem.

- Semelhança com celebridades -

O Badoo, um aplicativo de encontros com sede em Londres, está usando tecnologia de reconhecimento facial e IA para permitir que os usuários encontrem um par que se pareça com qualquer pessoa, incluindo seu ex ou celebridade favorita.

Os usuários podem fazer upload de uma foto de alguém e o aplicativo encontrará pessoas parecidas entre os mais de 400 milhões de usuários do Badoo em todo o mundo.

A estrela de reality show Kim Kardashian, a atriz vencedora do Oscar Emma Stone e a cantora Beyoncé são as celebridades mais procuradas em todo o mundo desde que o Badoo introduziu o recurso, no ano passado.

No entanto, nem todos estão convencidos de que a IA pode ajudar na busca pelo amor.

Um dos desconfiados na Web Summit era o secretário-geral da ONU, António Guterres, que disse que estava "um pouco cético" de que a IA pode ajudar "as pessoas a escolherem suas almas gêmeas".

"Estou muito feliz por ter escolhido minha alma gêmea pelos métodos tradicionais", disse o ex-primeiro-ministro de Portugal, que é casado com uma vereadora de Lisboa, em seu discurso de abertura na reunião, na segunda-feira.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade