Publicidade

Estado de Minas

Cresce pressão para OIT cortar laços com indústria tabagista


postado em 31/10/2018 14:16

Mais de 100 grupos que lutam contra o tabagismo pediram para a Organização Internacional do Trabalho (OIT) romper seus vínculos financeiros com esta indústria.

O pedido dessas organizações não-governamentais foi feito na véspera de esta agência da ONU iniciar mais uma vez um debate sobre a polêmica questão.

Em uma carta à direção da OIT, vários grupos de defesa da saúde e antitabagistas alertaram nesta terça-feira que a organização corre o risco de "manchar sua reputação e eficácia do seu trabalho" se não cortar suas ligações com a indústria.

Esta agência da ONU tem sido muito criticada por suas parcerias com empresas de tabaco e foi acusada de pôr em risco os esforços globais que têm sido feitos para regular o consumo e reduzir os efeitos negativos da saúde provenientes do hábito de fumar.

Nos próximos dias, a diretoria da OIT deve decidir se vai se juntar a outras agências da ONU - em particular a Organização Mundial da Saúde (OMS) - no seu compromisso de cortar severamente qualquer colaboração com a indústria tabagista.

Não está claro com que velocidade a OIT pode tomar essa decisão, já que a agência debateu e adiou essa questão três vezes no último ano e meio.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade