Publicidade

Estado de Minas

Autoridades dos EUA abrem investigação sobre abusos sexuais na Igreja


postado em 18/10/2018 23:35

A secretaria de Justiça dos Estados Unidos iniciou uma investigação sobre abusos sexuais cometidos pelo clero católico envolvendo oito dioceses da Pensilvânia, dois meses após a publicação de um relatório sobre fatos ocorridos na Igreja deste estado.

A arquidiocese da Filadélfia confirmou em seu site nesta quinta-feira que "recebeu uma citação de um grande juri federal", acrescentando que "cooperará com a secretaria de Justiça neste caso".

As outras dioceses do Estado não fizeram comentários de imediato, mas segundo o jornal The New York Times, todas confirmaram que foram citadas pela secretaria de Justiça e que irão cooperar com a investigação.

O anúncio da investigação ocorre após o procurador da Pensilvânia publicar um relatório - em meados de agosto - condenando as instituições católicas do estado por décadas de abusos sexuais envolvendo mais de 300 sacerdotes e mil crianças.

Seguindo a publicação do relatório, uma dúzia de estados americanos - incluindo Nova York e Nova Jersey - se mobilizaram para exigir prestações de contas de suas dioceses, convocadas para apresentar documentos e testemunhos.

Mas a investigação anunciada nesta quinta-feira é a primeira em nível federal, e as vítimas esperam que finalmente exponha as manobras da Igreja para encobrir os crimes dos padres pedófilos.

"É a primeira vez que escutamos sobre uma investigação federal envolvendo as dioceses católicas e esta é uma notícia monumental para as vítimas", disse Mike McDonnell, 50 anos, agredido sexualmente por padres em sua paróquia da Pensilvânia dos 11 aos 13 anos.

"Esperamos isto por anos", porque as investigações em nível estadual "apenas arranham a superfície" e não explicam como ou graças a quem os padres acusados de abuso sexual foram transferidos de Igreja para Igreja.


Publicidade