Publicidade

Estado de Minas

Haddad critica resposta de Bolsonaro sobre carta conjunta contra 'fake news'


postado em 09/10/2018 13:48

O candidato do PT, Fernando Haddad, comentou nesta terça-feira a resposta de seu adversário de extrema direita, Jair Bolsonaro, do Partido Social Liberal (PSL), a sua proposta de que assinassem conjuntamente uma "carta de compromisso contra as 'fake news'".

O ex-capitão do Exército rejeitou a proposta e jogou na cara de Haddad seu vínculo com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado a 12 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

"O pau mandato de corrupto me propôs assinar uma carta de compromiso contra as mentiras na internet. O mesmo que está inventando hoje que vou aumentar o imposto de renda para os pobres. É um canalha!", afirmou Bolsonaro em seu Twitter.

Indagado a respeito pelos jornalistas em São Paulo, Haddad respondeu: "Recebemos uma resposta do nível do candidato".

Bolsonaro obteve no primeiro turno no domingo 46% dos votos, contra 29% de Haddad.

O PT habilitou um número de telefone para receber denúncias falsas.

Entre domingo e segunda houve muitas fake news que afirmavam que Haddad teria renunciado à candidatura, que Lula teria apoiado Bolsonaro ou sobre uma urna eletrônica que só permitia o voto no candidato da esquerda. Todas as informações foram desmentidas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade