Publicidade

Estado de Minas

Rebeldes sírios terminam retirada de armas pesadas de Idlib


postado em 08/10/2018 10:36

Os grupos rebeldes sírios acabaram de retirar nesta segunda-feira suas armas pesadas da província de Idlib (noroeste da Síria), perto da data limite fixada por Rússia e Turquia para estabelecer uma "zona desmilitarizada", anunciou a agência estatal turca Anadolu.

Uma coalizão de rebeldes sírios respaldados pela Turquia, a Frente Nacional de Libertação (FNL), anunciou neste sábado a retirada de suas armas pesadas, que deve ser concluída antes de quarta-feira, segundo os termos de um acordo russo-turco.

A Anadolu afirmou ainda que o exército da Turquia transportou para a região de onde foram as armas pesadas, armas e veículos blindados para realizar as patrulhas previstas no acordo de Sochi (Rússia).

A Rússia, aliada do regime de Damasco, e a Turquia, que apoia grupos rebeldes, cooperam de modo estreito para acabar com a guerra que devasta a Síria desde 2011 e deixou mais de 360.000 mortos.

O acordo sobre Idlib, anunciado em 17 de setembro, prevê a instauração de uma zona de 15 a 20 km de largura para separar os territórios rebeldes e os setores vizinhos controlados pelo regime sírio.

Também permitiu adiar uma ofensiva do regime contra o último reduto dos rebeldes, o que provocava o receio da ONU e de várias ONGs pela possibilidade de uma "catástrofe humanitária" e um "banho de sangue".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade