Publicidade

Estado de Minas

Presidente do Iraque elogia Nobel a Nadia Murad, 'uma honra para os iraquianos'


postado em 05/10/2018 09:36

O presidente iraquiano, Barham Saleh, declarou nesta sexta-feira (5) que a atribuição do prêmio Nobel da Paz à ativista yazidi Nadia Murad era "uma honra para todos os iraquianos que combateram o terrorismo".

Saleh, um curdo, parabenizou a jovem de 25 anos, que foi mantida como escrava sexual pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI), afirmando que este prêmio era também um "reconhecimento da situação de desespero" dos yazidis, uma das minorias mais vulneráveis do Iraque.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade