Publicidade

Estado de Minas

Candidato ao governo de São Paulo sofre ataque de homens armados


postado em 04/10/2018 01:12

O candidato a governador de São Paulo major Adriano da Costa e Silva foi alvo de um ataque a tiros na noite desta quarta-feira quando se deslocava de carro pela área metropolitana da capital paulista, informou a polícia à AFP.

"Houve uma série de disparos, mas os agentes ainda estão investigando no local do incidente e não temos um relatório", declarou um policial.

Costa e Silva e o motorista do veículo, capitão Munhoz, sofreram apenas ferimentos leves.

Os tiros atingiram o veículo e o colete a prova de balas de Munhoz, que perdeu o controle do carro. O veículo capotou a parou sobre um riacho, segundo o jornal O Estado de São Paulo.

A ataque ocorreu por volta das 21H00, quando duas motocicletas se aproximaram do carro e dispararam rajadas, na altura de Ribeirão Pires.

Adriano da Costa e Silva, major do Exército, aparece com apenas 3% das intenções de voto nas pesquisas para as eleições do próximo domingo.

Parente distante do general Artur da Costa e Silva, o segundo presidente da ditadura militar, o major tem 41 anos e é candidato ao governo de São Paulo pelo pequeno partido Democracia Cristã.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade