Publicidade

Estado de Minas

May pede unidade ao partido na 'fase mais dura' da negociação do Brexit


postado em 03/10/2018 11:30

A primeira-ministra britânica, Theresa May, pediu a seu partido, nesta quarta-feira (3), que permaneça unido em um momento, no qual as negociações do Brexit entram em sua "fase mais dura", no discurso de encerramento do congresso dos conservadores, em Birmingham.

"Entramos na fase mais dura das negociações", afirmou.

"Mas, se nos mantivermos unidos e permanecermos tranquilos, sei que podemos obter um acordo satisfatório para o Reino Unido", afirmou a dirigente, cuja liderança se vê regularmente posta em xeque pelos defensores de um Brexit duro.

Apesar do atual estancamento na negociação entre Londres e Bruxelas, a chefe de governo britânica apresentou o Brexit como "um período de oportunidade" e garantiu que seu polêmico plano para tirar o Reino Unido da União Europeia mantendo uma estreita relação comercial, conhecido como "plano de Chequers", prevalecerá "no interesse nacional".

"Acredito, firmemente, que o melhor está por vir e que nosso futuro está cheio de promessas", disse May aos delegados reunidos desde domingo nesta cidade do centro da Inglaterra.

O "plano de Chequers" prevê que o Reino Unido conserve as regras da UE referentes aos bens industriais e aos produtos agrícolas para permitir uma fácil circulação, mas pondo fim à livre-circulação de pessoas e à jurisdição da corte europeia de Justiça.

O plano foi rejeitado pelos líderes europeus, reunidos em uma cúpula informal em setembro em Salzburgo. Eles pediram a May que reveja sua proposta antes do próximo conselho europeu de 18 e 19 de outubro em Bruxelas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade