Publicidade

Estado de Minas

Putin diz que Rússia identificou suspeitos do caso Skripal e que são civis


postado em 12/09/2018 06:00

A Rússia identificou as duas pessoas que o Reino Unido considera suspeitas no caso de envenenamento do ex-espião russo Serguei Skripal e de sua filha na Inglaterra, anunciou o presidente Vladimir Putin, antes de indicar que são civis e não agentes de informação militar, como alega Londres.

"Sabemos quem são, os encontramos. Mas esperamos que eles mesmos apareçam para dizer quem são", afirmou Putin no Fórum Econômico Oriental.

"São civis, naturalmente. Asseguro que não há nada criminal", completou.

O governo britânico afirma que o ataque foi executado por dois membros da espionagem militar russa, conhecida como GRU, e os identificou como Alexander Petrov e Ruslan Bochirov, que poderiam ser nomes falsos, de acordo com as autoridades, que emitiram ordens de prisão.

O Reino Unido acusa a Rússia de responsabilidade no ataque, que provocou uma grave crise diplomática entre o Kremlin e os países ocidentais.

Os Skripal sobreviveram ao envenenamento, assim como um policial que ajudou Serguei e sua filha Yulia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade