Publicidade

Estado de Minas

Comunicado do Business Wire :GSMA


postado em 11/09/2018 16:24

A GSMA Intelligence publicou hoje seu terceiro relatório anual 'Tendências Globais da Mobilidade', fornecendo uma riqueza de dados e percepções sobre a direção da indústria mundial de comunicações durante os próximos anos. Esta oferta de pesquisa emblemática descreve as 'megatendências' chave que irão formar a indústria no período até 2025. Esta nova edição apresenta a análise em profundidade sobre as mais recentes tendências da Internet móvel; a evolução da tecnologia de redes móveis na era 5G; oportunidades de receitas da Internet das Coisas (IoT); e o mercado em rápida mudança, oferecendo mídia e conteúdo. Também proporciona uma visão geral da situação financeira da indústria atual de mobilidade, incluindo os mais recentes elementos de conjuntos de dados para cada região do mundo.

"A edição mais recente das Tendências Globais da Mobilidade oferece uma inserção profunda e abrangente em temas e assuntos chave formando hoje nossa indústria, sendo necessário a leitura para qualquer pessoa envolvida no ecossistema da mobilidade que deseje entender para onde estamos indo", comentou Peter Jarich, Diretor da GSMA Intelligence.

As principais conclusões do novo relatório incluem:

-- A próxima geração dos usuários da Internet será móvel apenas. Até 2025, 3,7 bilhões de pessoas - 72% da base global da Internet - estarão acessando exclusivamente a Internet via móvel. Em torno da metade dos novos usuários que estarão online neste período, serão provenientes de apenas cinco mercados: China, Índia, Indonésia, Nigéria e Paquistão.

-- O 5G está aqui - em alguns mercados pelo menos. O 5G será responsável por cerca de 15% das conexões móveis mundiais em 2025, mas será impulsionado por apenas alguns mercados: China, Japão, Coreia do Sul e EUA. A Europa também poderia ser líder em 5G, mas apenas se a disponibilidade de espectro e questões de fragmentação forem resolvidas.

-- A oportunidade de 5G/IoT está sendo transferida para a empresa. O 5G e a IoT irá abrir novas oportunidades em uma gama de setores empresariais, sendo que 10 bilhões de conexões adicionais de IoT industrial serão realizadas entre o atual momento e 2025. Isto também irá impulsionar a mudança para informática de ponta e descentralizada, a qual levará os participantes de telecomunicações e em nuvem (particularmente Amazon e Microsoft) a uma mescla de concorrência e parceria na prestação de serviços a uma ampla gama de setores empresariais, operações de revisão com conectividade e análise avançadas.

-- A conectividade será comercializada na era IoT. O fornecimento de conectividade será responsável por apenas cerca de 5% da oportunidade de receitas de IoT à nível mundial até 2025 (US$ 51 bilhões). A vasta maioria do crescimento virá de aplicativos, plataformas e níveis de serviços, que serão responsáveis por mais de dois terços das receitas de IoT (US$ 754 bilhões).

-- O conteúdo é o principal - mas caro. A Netflix gastou US$ 6,3 bilhões em programação original em 2017, não muito atrás, a Time Warner (US$ 8 bilhões), a Fox (US$ 8 bilhões) e a Disney (US$ 7,8 bilhões). A empresa permanece sendo o maior motivador do crescimento de transmissão digital, que continua consumindo tempo na TV tradicional. Para a maioria das operadoras, esta tendência significa que a parceria ou o conteúdo licenciado é uma expectativa mais realística do que adquirir ou criar conteúdo em um mercado dispendioso.

-- O crescimento do volume é mais claro do que o crescimento das receitas.Um total de 16 bilhões de conexões de IoT (industrial e doméstica) será adicionado até 2025, junto com o crescimento de conexões 4G e 5G em curso. Entretanto, até que os fluxos recentes de receitas estejam desbloqueados nestas novas áreas, a perspectiva de receitas para operadoras será modesta. As receitas mundiais da mobilidade atingiram US$ 1 trilhão em 2017, mas o crescimento das receitas provavelmente irá se manter ao redor de 1% ao ano no período até 2025.

Tendências Globais da Mobilidade estão baseadas em dados da GSMA Intelligence, o ramo de pesquisa da GSMA, com a seleção de fontes de terceiros.

Clique aqui para baixar o relatório completo.

-FIM-

Sobre a GSMA

A GSMA representa os interesses das operadoras de telefonia móvel no mundo todo, reunindo mais de 750 operadoras com mais de 350 empresas do amplo ecossistema da tecnologia móvel, incluindo fabricantes de aparelhos e dispositivos, empresas de software, fornecedores de equipamentos e empresas de internet, assim como organizações em setores industriais adjacentes. A GSMA também realiza os principais eventos da indústria, como o Mobile World Congress, o Mobile World Congress de Xangai, Mobile World Congress das Américas e as conferências Mobile 360 Series.

Para mais informação, acesse o site corporativo da GSMA em www.gsma.com. Siga a GSMA no Twitter: @GSMA.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20180911005774/pt/

Pela GSMA Amelise Lane alane@webershandwick.com +1 212 546 7830 ou Ivette López ilopez@gsma.com +1 678 429 5066 ou Assessoria de Imprensa da GSMA pressoffice@gsma.com

© 2018 Business Wire, Inc. Aviso: Este documento não é de autoria da AFP e a AFP não pode se responsabilizar por seu conteúdo. Para esclarecer qualquer dúvida sobre o conteúdo, por favor, contate as pessoas/empresas indicadas neste comunicado de imprensa.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade