Publicidade

Estado de Minas

Nova missão de busca de submarino argentino perdido com 44 tripulantes


postado em 06/09/2018 17:30

O navio americano Seabed Constructor fará na sexta-feira uma nova operação de busca do submarino argentino San Juan, desaparecido desde 15 de novembro com 44 tripulantes a bordo, informou nesta quinta-feira (6) o Ministério da Defesa.

O barco da empresa Ocean Infinity partirá do porto de Comodoro Rivadavia, a 1.800 quilômetros a sul de Buenos Aires, com uma tripulação que inclui marinheiros argentinos e parentes dos submarinistas.

"Sentimos que é a última oportunidade de encontrá-los. Também esperamos saber o que aconteceu", disse Luis Tagliapietra, pai do tenente Alejandro Tagliapietra, um dos tripulantes, em declarações à rádio Once Diez.

A empresa Ocean Infinity foi a responsável por buscar, sem sucesso, o avião do famoso voo MH370 da Malaysia Airlines, desaparecido em 8 de março de 2014 com 239 passageiros, pouco após decolar de Kuala Lumpur com destino a Pequim.

O governo do presidente Mauricio Macri deu como mortos os marinheiros do San Juan, mas não se sabe o que pode ter acontecido com o submarino.

A Justiça investiga várias hipóteses de falha técnica ocorrida quando perdeu contato a 450 quilômetros da costa. Naquele momento, submarino se dirigia para a sua base, na cidade de Mar del Plata (sul de Buenos Aires).

O Seabed Constructor está equipado com câmeras que podem submergir a 6.000 metros de profundidade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade