Publicidade

Estado de Minas

Diplomata dos EUA na ONU pede condenação mais enérgica de Maduro


postado em 08/08/2018 21:06

A embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Nikki Haley, defendeu nesta quarta-feira uma condenação regional mais enérgica contra o governo do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, após anunciar uma nova ajuda aos imigrantes venezuelanos na Colômbia.

"Chegou a hora de os países da região que sofrem com a imigração (...) condenarem Maduro e dizerem para ele partir", declarou Haley.

A diplomata se pronunciou novamente contra o governo Maduro durante visita ao lado colombiano da fronteira com a Venezuela, após assistir na véspera a posse de Iván Duque como presidente da Colômbia.

"Quando uma região se cala sobre o que faz um dos seus, então a comunidade internacional não se intromete (...), quando condenam, a comunidade internacional escuta".

A funcionária americana aproveitou sua visita ao posto fronteiriço de Cúcuta para anunciar uma nova doação, de nove milhões de dólares, que se soma aos 60 milhões já entregues à Colômbia para aliviar a situação dos imigrantes venezuelanos.

Mais de um milhão de pessoas entraram na Colômbia a partir da Venezuela nos últimos 16 meses, a maioria com a intenção de permanecer no país, segundo as autoridades.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade