Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

EUA dizem que sanções contra Irã serão rigorosamente impostas até que Teerã mude


postado em 06/08/2018 11:15

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse que as novas sanções dos EUA contra o Irã, que começam nesta segunda-feira, serão rigorosamente aplicadas e permanecerão até que o governo iraniano mude radicalmente de curso.

Falando a repórteres a bordo de seu avião a caminho de Washington, após três dias de viagem ao Sudeste Asiático, Pompeo disse que a reimposição de sanções é um pilar importante na política dos EUA contra o Irã. Ele disse que a administração Trump está aberta a olhar para além das sanções, mas que isso "exigiria enormes mudanças" de Teerã.

"Estamos esperançosos de que podemos encontrar uma maneira de avançar, mas vai exigir uma enorme mudança por parte do regime iraniano", disse.

Pompeo chamou a liderança iraniana de "maus atores" e disse que o presidente dos EUA, Donald
Trump, está empenhado em fazer com que eles "se comportem como um país normal".

Um primeiro conjunto de sanções dos EUA, que foi afrouxado pela administração de Obama sob os termos do Acordo Nuclear de 2015, entrará em vigor novamente nesta segunda-feira, seguindo a decisão de Trump de maio de se retirar do acordo. As sanções visam o setor automotivo do Irã, assim como ouro e outros metais. Um segundo lote de sanções dos EUA visam o setor de petróleo e o Banco Central do Irã que serão aplicadas no início de novembro. Fonte: Associated Press

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade