Publicidade

Estado de Minas

Israel ameaça Irã com resposta militar em caso de bloqueio do acesso ao Mar Vermelho


postado em 02/08/2018 06:12

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, advertiu que o país se unirá a uma coalizão militar internacional caso o Irã bloqueie o estreito de Bab El Mandeb, que dá acesso ao Mar Vermelho, após um ataque contra dois petroleiros sauditas executado por rebeldes do Iêmen.

O estreito, uma das vias marítimas mais ativas do mundo, é vital para o fornecimento de petróleo aos países do Golfo.

"No início desta semana fomos testemunhas dos duros confrontos com os aliados do Irã, que tentaram bloquear a navegação internacional no estreito de entrada ao Mar Vermelho", afirmou Netanyahu durante uma cerimônia militar, segundo um comunicado de seu gabinete.

"Se o Irã tentar bloquear o estreito de Bab El Mandeb, tenho certeza de que este país se encontrará ante uma coalizão internacional decidida a evitar isto. Esta coalizão também incluirá o Estado de Israel e suas armas", advertiu.

Israel considera o Irã seu principal inimigo e Netanyahu fez vários alertas contra a expansão da presença militar iraniana na região.

O estreito de Bab El Mandeb separa a península arábica da região do Chifre da África e o Mar Vermelho do Mar Arábico.

A área é um local de passagem dos petroleiros procedentes da Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Kuwait e Iraque que seguem para a Europa e pontos mais distantes através do canal de Suez.

Em 26 de julho, a Arábia Saudita suspendeu o fornecimento de petróleo através do estreito de Bab El Mandeb após um ataque no Mar Vermelho dos rebeldes huthis contra dois de seus petroleiros.

Os rebeldes iemenitas anunciaram na quarta-feira pausas em suas operações navais por um período de suas semanas, que pode ser prorrogado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade