Publicidade

Estado de Minas

WhatsApp quer faturar com mensagens comerciais


postado em 01/08/2018 17:36

O Facebook anunciou nesta quarta-feira (1) o plano de faturar com a conexão de empresas e consumidores via WhatsApp

O Facebook disse estar testando uma versão "WhatsApp Business" há alguns meses com mais de 90 empresas, inclusive a Uber e a companhia Singapore Airlines.

"Estamos apresentando uma solução para empresas que precisam de ferramentas mais poderosas para usar o WhatsApp e uma nova forma para as pessoas começarem rapidamente uma conversa no WhatsApp a partir de um anúncio do Facebook", explicou a rede social.

O WhatsApp Business permite que as companhias enviem conteúdo "não-promocional", como endereço de entrega, cobranças, etc.

As empresas poderão responder a dúvidas e comentários que sejam enviados de graça - desde que no máximo 24 horas após a pergunta. As respostas mais demoradas terão custo.

Alguns anúncios do Facebook também incluirão um modo fácil de iniciar um diálogo com a empresa pelo WhatsApp.

Há algum tempo a rede social vem testando formas de lucrar com o WhatsApp, comprado no começo de 2014, num acordo avaliado em 19 bilhões de dólares.

O crescimento é uma prioridade para o WhatsApp, que atualmente tem cerca de 1,5 bilhão de usuários no mundo.

"Você vai continuar a ter controle total das mensagens que você recebe", prometeu o Facebook. "As empresas vão pagar para mandar certas mensagens, então suas conversas não ficarão confusas".

As mensagens continuarão criptografadas de ponta-a-ponta, e os usuários vão poder bloquear as empresas se quiserem.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade